Missão Fênix - A Outra Guerra | Resenha #93


A vida de Bernardo sofreu drásticas mudanças. Tudo pelo patriotismo, posso assim dizer. Surpresas inesperadas e além do mais, vidas. Vidas que sofriam e ele como um agente secreto era o único aos diversos aliados de trabalho, que se instaurou ao meio de tantos redemoinhos tenebrosos. Bernardo, um agente capaz de fazer com que tudo dê certo de sua maneira. A ambição de querer descobrir os erros e enfrentar aos pulsos firmes todos os vilões a quem deseja se vingar.
...
Título: Missão Fênix - A Outra Guerra
Autor: Roberto Cruz
ISBN: 9788542808568
Ano de Publicação: 2016
Publicado por: Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 373
Onde comprar: Novo SéculoSaraivaAmericanas.


Sinopse

"Um acidente aéreo no Rio de Janeiro desencadeia uma série de acontecimentos no Brasil, fazendo Bernardo, um agente secreto, e sua equipe, descobrir um rastro terrorista na América do Sul. Em meio a lembranças traumáticas do passado – desde a morte dos pais no 11 de setembro, passando pela guerra ao terror, tanto no Afeganistão quanto no Iraque até culminar com a morte de Osama Bin Laden no Paquistão –, Bernardo tenta evitar que o pior venha a acontecer. Ele segue a trilha de duas facções terroristas, a Máfia Russa e uma célula ligada a Al-Qaeda, que uniram-se para encontrar tesouros nazistas escondidos e trazidos para a América do Sul com o fim da Segunda Guerra Mundial. A trilha, porém, desvenda muito mais do que um simples tesouro nazista: leva a linhagem de um dos homens mais perigosos da história mundial. Uma intrincada trilha de pistas distintas, que leva Bernardo a enfrentar seus piores inimigos na tentativa desesperada de salvar uma família de um destino cruel."

Resenha

É assim que toda sua história se alastra em nossas mentes durante ao decorrer da leitura desse livro. Aqui a gente se depara com simplesmente de início algumas recordações em forma de flashback onde o agente Bernardo é narrado em terceira pessoa e com isso, há coisas chocantes que apenas um cara desses pode passar e vivenciar.

Recém chegado ao Rio de Janeiro, já com um caso em mãos, longe de tudo que o impede, se une a André, um amigo e também do meio, para deter alguns caras suspeitos que procuram. Acabando que uma tal pessoa liga a outra, a trupe está tomada até mesmo pela sua namorada. O grande problema está nas grandes verdades que serão descobridas através da ajuda de um professor que pode ser perseguido por esses caras da pesada. Esses homens são nada mais, nada menos que terroristas que sacrificam vida de crianças a desejo de ambição em modos gerais.


Em sua missão enterrada com a idea de querer deter esses vilões, esse grupo chega a fazer alianças afrontosas a que a realidade condiz ser nada fácil. Como ótimos experientes, eles acabam se surpreendendo e tendo descobertas ao decorrer de todo desfecho. O mais interessante, é que a partir de um momento em que eles decidem por conta própria ir a caçada de um tesouro procurado, eles desenterram pessoas históricas para a humanidade. Isso em tudo em grande sigilo para que nada dê errado.


Roberto Cruz. Esse nome não me faz esquecer de que realmente um livro bom, não se faz sem uma boa pesquisa. O cara foi nas profundezas do 1° de setembro de 1939 e acabou em uma descendência secreta em uma família que havia em suas mãos todo poder procurado. Histórias se unem. Histórias fazem de pessoas, a versão de querer acreditar e seguir a crença que deve. Isso é ilógico e surreal em Missão Fênix.

Até o fim de todo mistério, não foi necessário uma pegada do tipo tão inovador que chama atenção por ser bizarro. Bizarro, a mente de Cruz é, eu sei, mas é tão legal saber e poder ter a oportunidade de ler um livro desses, que a minha curiosidade me fez ir atrás de cada nome para poder sacar mais um pouco da ideia dele. Sei que, como eu disse acima, a escrita não precisa ser tão fantasiada pra ser reconhecida como fantástica. Maravilhoso é ver como a interação entre os personagens e o convívio deles durante a trama os deixou mais completos até o fim da última frase.


Confesso que é crazy e muito punk pegar um livro desse pra ler assim na loucura e na pressa, mas eu me dediquei a ler cada capítulo e entender toda a mensagem passada. A vida de Bernardo deixa tudo explícito quando ele vê que tudo está dando errado, que eles podem estar atrasados para salvar algumas vidas, mas tudo acontece da forma como deve ser. As coisas acontecem assim, justamente, na nossa vida. É pesado saber que a maldade se mantêm firma ao nosso lado até saber uma forma como deter tudo isso com apenas, sua força de vontade.


A escrita de Cruz é super simples, nada demais. O único conselho que dou é: Não entendeu? Volta e relê. Vale a pena demais saber um pouco mais, mesmo que seja uma ficção nacional, porque quando você começa a entrar na onda dele, a sua vontade de conhecer aqueles terroristas e querer matar eles com as próprias mão, e você começa a viajar, se vê no lugar do cara e se pergunta se você poderia ser capaz de enfrentar tudo que ele enfrentou. Tudo apenas pela proteção de algumas vidas. Importantes.


A edição está muito foda. Mais uma vez Dimitry Uziel arrasou na criação da capa. O trabalho final de revisão ficou a desejar com alguns erros. Tão mínimos que nem liga. São 373 páginas que deixam na super vontade de conhecer mais um trabalho do Roberto. Um autor que já digo ser chegado pela super simpatia que possui. Roberto, eu acredito em você. Obrigado pela super dedicatória. :)

Sobre o Autor


Roberto Cruz estudou Geografia na Universidade de Passo Fundo. Apaixonou-se por livros de fantasia no final da adolescência e desde então tornou-se um leitor quase compulsivo, ampliando seu gosto de literatura para vários gêneros. É editor de textos e revisor. Atualmente escreve artigos freelancer e trabalha em seu segundo romance.

Comentários

  1. O livro parece ser muito interessante, embora não seja do estilo que eu costumo ler. Mas pode ser que um dia eu queira sair da zona de conforto e decida ler ele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jalysson!
    Confesso que a trama não me interessou muito, mas acredito que pra quem goste é um prato cheio.
    A capa ficou ótima mesmo; simples, mas no ponto certo. E a diagramação não deixou por menos. Talvez, no futuro, eu resolva lê-lo - afinal, nunca diga nunca, né?

    Abraço
    Lupi Literatus

    ResponderExcluir
  3. Oiee!!
    Não conhecia o livro, mas gostei bastante dele ><
    Já gosto do gênero, e sendo escrito por um autor brasileiro? Orgulho <3
    Desejo muito sucesso ao autor e vou procurar saber mais sobre essa obra dele, apesar de que provavelmente eu serei a pessoa que vai ter que ficar relendo toda hora pra entender haha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Normal. Quando se tem um livro que foi pesquisado há anos...

      Excluir
  4. Olá!
    Sou fã de mistério e a trama dessa obra me deixou curiosa! Sem contar que essa maldade relatada faz parte da nossa realidade, infelizmente!!
    Abraço!

    https://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      isso que me deixou mais entusiasmado. Não conhecia a forma como fora retratado.

      Excluir
  5. Oie!!!! Pelo ritmo da história, por envolver guerras intercontinentais e serviço secreto, já me interessei!!! Adoro esse tipo de enredo e saber que um autor nacional conseguiu alcançar o objetivo, trazendo uma trama rica em pesquisa e coerência, me deixa super feliz, mesmo!!!
    Beijoooo

    www.blogpapelpapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?

    O livro parece ser muito bom e a trama bem intrigante, apesar de não ser meu gênero de leitura. Fiquei bem interessada com o roteiro, é o tipo de história que deixa a gente envolvido da primeira até a última página! Seu blog é muito massa, você está de Parabéns! Sucesso!

    Abraços,

    www.femininaemuitovaidosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Joia.
      Obrigado pela visita e elogios. <3

      Excluir
  7. Olá! Tudo bom?
    Eu não conhecia o livro, mas realmente a edição esta F@@@, e parece tratar-se de uma narrativa bem envolvente, daquelas que só paramos no fim.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  8. olá, não conhecia o livro, mas parece ser muito interessante, pois a trama já me envolveu pela resenha, parabéns!!! Gostei muito do seu blog, vou colocá-lo entre os meus favoritos.

    Abraços e boas leituras! :)

    http://minhavida-deleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Cara que livro incrível é de tirar o fôlego!!! Adorei a sua resenha a historia parece ser demais, estou muitooo interessada em ler, ele envolve as guerras mais importantes que já existiu adoroo livros que me surpreendem e esse sem duvidas me surpreendeu!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como a mim. Vale não só a pena mas a galinha inteira.

      Excluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Os Guardiões | Crítica

Serial Killers - Anatomia do Mal | Resenha #95

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Balançando a Raba 2.0

It - A Coisa | Crítica