A Múmia | Crítica


Direção: Alex Kurtzman
Roteiro: David Koepp / Christopher McQuarrie / Dylan Kussman
Distribuição: Universal Pictures
Gênero: Ação / Aventura / Fantasia / Terror
Lançamento: 8 de Junho de 2017 
Duração: 01h 47min.

Olá leitores! Vamos dar uma viajada pela história do Egito Antigo hoje? hahaah Bom, para começar o filme é estrelado por ninguém mais, ninguém menos que TOM CRUISE, o que nos faz pensar que é um dos melhores filmes de 2017. Se você pensou isso, sim acertou, com certeza A MÚMIA entra no Top 10 de Melhores Filmes de 2017. O que é a história do filme em si? Porque eu achei tão bom?


Bom, vamos lá. Já devo dizer que se você é aqueles historiadores fanáticos, não veja esse filme, pois ele tem muitas distorções da história real, mas se tratando de fantasia, tudo é possível não é mesmo? Começando pela linha cronológica do negócio, a princesa Ahmanet é a herdeira do trono por ser filha única e ter todos os privilégios que uma futura rainha pode ter (muito bem, obrigado), porém tudo muda quando sua mãe engravida novamente (olha o destino tirando onda com a sua cara) e o seu querido e amado irmãozinho nasce, tomada de ódio, Ahmanet (o nomezinho difícil de escrever viu) faz um pacto com o deus dos mortos egípcio (que eu esqueci o nome, acho que é Osíris) e mata seu pai e irmão e esta para completar com a adaga do deus o homicídio de um homem "amado" quando é pega pelos guardas e mumificada viva e colocada em uma espécie de templo subterrâneo.


Já nos dias atuais, o nosso magnifico e lindo Tom Cruise no papel de Nick acaba  explodindo uma bomba em cima desse templo e descobrindo onde está enterrada a nossa amada Ahmanet. A nossa querida amiga loirona ali do lado na foto, a Dr. Jenny, resolve levar à Londres o sarcófago com a Múmia dentro para fazer estudos. (Claro, porque não? Super normal desenterrar um caixão e sair passeando com ele de avião) E então tudo começa a acontecer, pois ao desenterrarem o sarcófago, acabaram despertando a princesa mumificada e agora que está de volta a Terra ela está mais do que disposta e empenhada em se vingar do mundo, destruindo-o e terminar o que havia começado a anos. (Com certeza ela é Escorpiana) O que isso tem haver com o Nick (Tom Cruise)? Acontece que para trazer o deus dos mortos para a Terra ele precisa de um hospedeiro e a princesa Ahmanet acaba escolhendo o Nick para servir de cobaia e agora ela esta atrás do nosso bonitão aí.


O que eu achei do filme? INCRÍVEL. Claro, não devemos relevar os fatos históricos, pois esses sim são decepcionantes, mas o filme é muito bem construído e o roteiro desenvolvido de uma forma muito cativante.O único defeito, foi ter deixado o final aberto para uma continuação, visto que pelo desfecho que o longa teve, não será preciso uma continuação, mas como os produtores de Hollywood pegaram a mania de fazer filme pelo lucro e não pela história (COF COF! Velozes e Furiosos), não duvido que veremos uma sequência desse filme em breve.

Comentários

  1. Ainda não vi, mas já li criticas boas e más. Gostei da sua, eu sou fã dos 2 primeiros filmes, o terceiro detesto porque perdeu a essência. Vou dar uma chance a este, obrigado pela dica :)

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

EX- Humanos: Entre Sangue e Vermes | Resenha #91

Química Avassaladora | Resenha #90

UNBOXING - Turista Literário de Abril

Os Guardiões | Crítica

Balançando a Raba 2.0