Notívago | Resenha #83


Notívago – Contos de Mistérios Sobrenaturais
Autor: Maurício Coelho
ISBN-10: 8569564228
Ano: 2017 / Páginas: 116
Editora: Porto de Lenha
Onde comprar: Direto com o autor.

ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ  ஃ



Resenha

Uma característica minha é amar a noite, o escuro, o desconhecido... Não sei, é algo que me envolve desde a infância; e desde que iniciei minha vida literária essa peculiaridade me acompanhou. Um livro chamado Notívago não poderia ficar fora da minha listinha não tão pequena assim literária. Antes mesmo de ler o primeiro capítulo do livro, resolvi entender o significado do seu título... Encontrei essa definição no Tio Google: característica de quem caminha à noite ou possui uma rotina, hábitos ou costumes noturnos: quem não usa as noites para dormir é chamado de notívago.
 
Passada a primeira fase desse meu novo ritual, trabalhei minha mente pra ler um livro composto por contos... Sério, é algo que eu não fazia a anos mas que resolvi me desafiar. Fiquei um tanto exasperada e até mesmo desconfortável nos primeiros contos, mas me acostumei a ponto de aproveitar a gostosura que é “descansar” a mente. Acho que essa não é a palavra ideal, já que se trata de contos de mistérios sobrenaturais, como consta na descrição do próprio livro.

De modo geral, foi como se eu estivesse muito tempo embaixo d’água sem perceber – com livros demais pra ler, estudos acumulados, jornais e leitura pra tudo que é lado – e pudesse inspirar já na superfície, contando com a ajuda de pequenas doses de mitologia e superstições cotidianas. Santo Remédio!

Bem, sou o tipo de pessoa que gosta de um suspense até pra escolher o sabor da pizza haha. Infelizmente, esse livro não atendeu minhas expectativas nesse quesito em alguns contos... Talvez estivesse eu familiarizada com algumas dessas superstições, não sei. Mas, devido à linguagem REALMENTE simples, não pude me obrigar a parar. Teve momentos que eu pensei: Ei, por que parou? Parou por quê? Creio que se o conto fosse mais um tiquinho extenso, detalhado, aprofundado... Eu poderia adorá-lo e finalmente sentir anseio pelo inesperado.

O livro é composto por prefácio escrito pelo autor de As Desventuras de João Basílico, L. S. Carvalho e mais de 20 contos. Ah! Eles são independentes, o que significa que você pode ler na ordem que quiser, sem prejuízo de entendimento. E só pra deixar registrado, o título que mais gostei foi o último, “Rei Tântalo”. Ele realmente me cativou...

Comentários

  1. Eu sou bem receoso para ler livros desse tipo. Sempre me falam sobre o mestre SK e suas escritas sobrenaturais. Ainda lerei algum pra saber como é.

    ResponderExcluir
  2. King é, de fato, um rei! Amo os livros dele... Li poucos, mas todos são fantásticos! Livros desse tipo me agradam muiiito (até demais), a minha dificuldade maior foi mais​ a forma que o conteúdo rs

    ResponderExcluir
  3. Achei interessante a indicação de um livro de contos, é realmente uma leitura mais leve e descompromissada, muito bom entre um livro e outro. Não conhecia nem a obra nem o autor, vou anotar aqui.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamo esse tipo de livro de "cura-ressaca"! rs Raramente leio contos, mas quando os leio, tem que ser de suspense! Às vezes, tudo que a gente precisa é de um livro assim: livre, leve e solto! Coloca na listinha aí...

      Excluir
  4. Oi! A capa me chamou muito a atenção, a leitura parece ser bem envolvente. Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  5. Já comecei adorando o título do livro (depois da explicação sobre o significado, porque eu realmente não tinha ideia hahahah). Sou uma notívaga (tem flexão de gênero? rs) e nem sabia :P. Que bacana um livro de contos! Sempre me inspiro com eles, adoro. Eu sou uma pessoa medrosa, mas em se tratando de suspense eu sempre estou dentro. Fiquei mega curiosa com esse livro. Por ter uma linguagem simples, deve ser "leve" ler, né? Eu provavelmente não estaria familiarizada com nada (medrosa que sou rs) e iria me assustar fácil. Mas adoro essa sinceridade na resenha <3 se tivesse mais, seria melhor e é isso. Fico sempre lisongeada de poder ler algo verdadeiro. Estou curiosa e como você disse que os contos são independentes, já estou com vontade de comprar para ler no caminho de volta para casa no metrô!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro saber o significado dos títulos... É quase que uma regra! Notívago tem flexão de gênero, sim. Portanto, somos duas notívagas (e tenho certeza que muita gente aqui também é)! Olha, eu procuro ser sempre sincera, porque nada melhor que uma resenha honesta né?! Eu também sou muito medrosa, muito mesmo, mas ás vezes temos que abraçar o sobrenatural e nos surpreender né?

      Fala rapidinho com o autor, adquire seu livro e aproveita sua viagem de metrô! Vai ficar bem mais legal... Ou não! (Surpreenda-se que vale a pena) =]

      Excluir
  6. Olá, tudo bem?
    Eu gosto bastante de contos, mas na maioria das vezes, acho que falta alguma coisa. Realmente, alguns contos são curtos demais. Essa temática não é muito o meu estilo, mas gostei da indicação.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, até entendo que a ideia de conto é ser curtinho mesmo, mas deixa na gente um gostinho de quero mais né? Mas pense num conto como uma janela que, se aberta, pode mostrar um universo completamente novo! Encante-se com um mundo que não é muito seu estilo rs

      Beijos!

      Excluir
  7. Confesso que não tenho coragem para ler livros assim rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crie um tiquinho de coragem que tu consegue! Hhahha

      Excluir
  8. Olá,
    Tenho vários livros de contos, inclusive de horror. Interessante sua indicação. Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super agradecida! Contos às vezes são como válvulas de escape: a gente sempre precisa!

      Excluir
  9. Hello!
    É o tipo de história que adoro ler, muito suspense e sobrenatural, prendem a minha atenção e não consigo parar até terminar e descobrir qual é o desfecho dos personagens. Também é o tipo de história que adoro escrever.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já se deu dois motivos pra ler esse livro... Te darei o terceiro: vale a pena! kkkkkk

      Excluir
  10. Oie!
    Esse tipo de livro não é muito a minha praia, geralmente estou lendo o oposto : romances fofos e bonitinhos kkkk ou histórias engraçadas que me façam rir. Mas como tenho amigos que curtem, vou indicar pra eles.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romances e comédias são temas leves e muito bons (adoro romances de época), mas que tal ousar?! Talvez você até goste do "lado negro da força"! Hahaha :*

      Excluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Os Guardiões | Crítica

Eu, Robô | Resenha #88

Obsessões por Livros | TAG

Stranger Things - 1° Temporada