Missão: Moedas | Crítica


Dirigido por: Emily Hagins
Distribuição: Netflix
Roteiro: Emily Hagins
Gênero: Comédia, Drama
Lançamento: 06 de Janeiro de 2017
Duração: 1h 37min

Oi Oi amigos
Tudo bem?

Seu pai é diretor de uma escola e em um passeio para estudo de design em uma casa da moeda, é preso de uma forma estranha na frente de todos os alunos. Sem pensar, querendo ajudar seu pai, descobre que o buraco é mais fundo e que ele escondeu coisas sigilosas. Essa é a vida de Jason.


Jason é nosso protagonista e com ele já temos algumas complicações sociais. Ele é o filho do diretor preso e o resto do pessoal não está ligando para seus problemas pessoais. Pelo início do longa podemos perceber que o cara não possui amizades e que vive um conflito de notas. 


Alice é um nerd, hacker e Jason faz de tudo para que mais uma vez, ela entre no sistema e altere suas notas. De um forma equivocada, isso não é mais importante. Eles descobrem que com a prisão do diretor, vários cursos que são módulos de ensino, serão cortados por falta de verba. Aqui entra Dakota. Uma jovem certinha, é considerada presidente do conselho estudantil do colégio e quem comanda tudo.


Ao pronunciar o descaso da falta de dinheiro e os cortes que serão feitos, todo o colégio entra em discussão e até mesmo a bolsa de Max pode ser cortada. Jason, Alice, Dakota e Max planejam uma missão que pode salvar a escola. Será que vão conseguir?


Como já deve ter visto, esse filme foi dirigido por uma mulher. AMO venerar as mulheres que trabalham e respiram a arte do cinema e isso é tão raro, infelizmente. Mas voltando aqui, esse é um dos longas que está no catálogo e um Original Netflix. Eu o adicionei a minha lista sem nenhuma pretensão e quando conclui ao filme que é bem pequeno, pude contemplar a veracidade das coisas.


Jovens. Planejadores. Sonhadores e que querem fazer algo para a melhora de todos. É exatamente o risco que correm tramando uma missão que pode dar tudo errado, mas que também poderá ter um final feliz e inesperado. Para a degradação de uma vida, tudo é possível e facilmente imposto. Desafios fazem de alguma forma qualquer ser vivo evoluir, tanto pessoalmente como cidadão. E esse filme me trouxe isso. A união de pessoas tão diferentes mas tão iguais com apenas um propósito.


Missão: Moedas é um longa que possui uma direção de fotografia simples e agradável aos olhos. Um filme consideravelmente leve com: Edição, enredo bacana, diálogos fáceis e interpretações rápidas. Fiquei contente de ter Sasha Pieterse como uma das personagens principais. Amo o trabalho dela desde Pretty Little Liars (série de TV) e acho sua atuação magnífica. Descobri também Alexis Zall que me conquistou com uma atuação precisa. Representou bem ao papel de "nerdzona".

Trailer:

Comentários

  1. Parece-me interessante a sinopse do filme :) vou tentar ver esta semana na Netflix. Obrigado pela sugestão :)

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada, Paulo. Assista sim. me conte depois sua opinião. Bom filme.

      Excluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Pequenos Homens Livres | Resenha #92

EX- Humanos: Entre Sangue e Vermes | Resenha #91

Missão Fênix - A Outra Guerra | Resenha #93

Balançando a Raba 2.0

Os Guardiões | Crítica