Minha Mãe é Uma Peça 2 | Crítica


Lançamento: 22 de Dezembro de 2016
Dirigido por: César Rodrigues
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Brasil

Oi Oi amigos
Tudo certo com vocês?

Essa é a potagem mais rápida que faço. Em relação a críticas que sempre acabo deixando para o outro dia de assistido ao filme, resolvi fazer esse agora. Não tem nem duas horas que sai da sala do cinema. Dona Hermínia mais uma vez nos engraçou com todo seu jeito mãe de ser. Confira agora o que achei do filme e não hesite.

Minha mãe é uma peça trás a história dela e seu grande conflito: Cuidar de seus filhos da melhor maneira sendo chata e engraçada. Apresentando seu programa de TV, ela ajuda as mães com dicas. No primeiro longa vimos que o primeiro de seus três filhos, Garib continua morando em Brasília e Juliano e Marcelina, ainda moram contigo. O enredo se baseia em Juliano e Marcelina. Ambos não resolveram suas vidas e Dona Hermínia quer que agilizem logo isso. Quando as coisas começam a se organizar para eles, as coisas mudam e Hermínia começa a ver que seus filhos estão prestes a se afastar.


Para não fixar apenas nisso, nos é apresentado também suas irmãs. Iesa e Lúcia Helena que deixam o longa mais engraçado. Fui totalmente garantido de que iria rir muito e sai da sala do cinema a todos risos e feliz por ter gasto meu dinheiro de uma forma agradável. Além de ter muito humor, o drama de Tia Zélia quebra trazendo uma tristeza infindável, tanto para os familiares da personagem, quanto aos espectadores. 


Adorei a participação especial do filme. Nem sabia que Fátima Bernardes daria tanto certo assim nas telonas. Samantha também arrasou como Valdéia.


Adorei ao filme e fiquei impressionado. Brasileiro adora criticar filmes feitos aqui mas adora lotar uma sessão não é?. Que força dou para Paulo Gustavo sempre alcançar todo sucesso devido e que nos traga sempre boas risadas. O inicio do filme me lembro muito seu programa 220 volts. Pelo final já podemos esperar um Minha Mãe é Uma Peça 3 em Nova York digníssimo de um final muito poderoso para Dona Hermínia. Mais do que ela já é.


Comentários

Mais Visitadas do mês

Os Guardiões | Crítica

Serial Killers - Anatomia do Mal | Resenha #95

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Balançando a Raba 2.0

It - A Coisa | Crítica