Esquadrão Suicida | Crítica


Lançamento: 04 de Agosto de 2016
Dirigido por: David Ayer
Gênero: Fantasia/ Filme Policial
Nacionalidade: Estados Unidos/ Canadá

Oi Oi amigos
Tudo certo com vocês?

Que coisa maravilhosa é você não gostar da DC e por fim, sair do cinema amando toda a produção. Eu não sabia que eu poderia mudar de opinião tão rápido assim.
Tive o prazer de assistir ao filme para comemorar meus dezenove anos e além do mais, com uma companhia muito agradável. Vou relatar aqui a minha opinião do que eu vi no filme. Não sou um fã da DC e por isso não posso querer comparar a nada. Que viagem seria querer já falar dos filmes sem nem conhecer direito!


Depois de ter o maior herói morto, o governo dos estados Unidos tenta reunir uma galera muito sinistra com um passado bem condenado, na forma de fazer com que paguem seus anos presos, (como se fosse um tipo de serviço comunitário) com o fim de derrotar as forças sobrenaturais. O intuito não era combater algo específico mas sim talvez bandidos. Mas sempre uma coisa terrível acontece e sim, tem que ter a coisa perdida para lascar com todo o país. 


Personagens que eu nunca vi na vida como Amanda Valler, Magia,  Arlequina, Pistoleiro, Crocodilo, Catana, e Capitão Bumerangue, tive a honra de poder conhecer, sorrir e além do mais sentir uma tensão do C****** por causa de todos os envolvidos em toda a trama. 


A fotografia do filme estava excelente e claro, sem nenhum erro visto até o primeiro momento. Verei novamente quando puder para ver se consigo encontrar desconexões (o que será muito difícil) e analisar tudo com mais clareza. Vindo de um filme que creio eu ser adaptado, ficou muito bom. muito bom mesmo. A coisa da entrada onde nos apresenta várias músicas, ficou muito interessante, porque eu não sei vocês, mas eu, sou apaixonado pelas trilhas sonoras de filmes de heróis. Inclusive a mais linda de todas elas, não posso deixar de citar. Heathens - Twenty One Pilots, praticamente nos deixou encantado com essa música. O que diz tudo no filme. 


Toda a mensagem que tentam passar durante o filme, a questão da amizade, é forçada e muito bacana. Gostei muito de tudo. Magia pra mim é uma das personagens que mais me marcou. Morri de rir loucamente com a Arlequina e infelizmente eu assisti ao filme dublado. A voz da dubladora é muito irritante e isso deixou a desejar demais. Quanto a toda divulgação, estão de parabéns. Para o meu conceito, o trabalho completo merece uma continuação (o que acontecerá) e sim, irei aos cinemas para poder rever esse grupo que me tirou risadas, tensão e que me fez pensar em rever meus pensamentos do porque de não já estar gostando de DC desde muito tempo.


Espero que tenham gostado.
Até a próxima.
Beijão ;*

Comentários

Mais Visitadas do mês

Desafios | Jalysson Waldorf - Parte 1

Balançando a Raba 4.0

It - A Coisa | Crítica

IMPORTANTE. LEIA!

Missão Fênix - A Outra Guerra | Resenha #93