Dia Nacional do Escritor


Oi Oi amigos
Tudo certo com vocês?

O Dia Nacional do Escritor surgiu em 25 de julho de 1960, através de João Peregrino Júnior e Jorge Amado, quando ambos realizaram o Primeiro Festival do Escritor Brasileiro, que foi organizado pela União Brasileira de Escritores.

A Literatura Brasileira é extremante rica e diversificada. Existem títulos para todos os gostos e histórias para todos os corações. Confira os maiores escritores do Brasil e se apaixone pela literatura verde e amarela:

- Machado de Assis, Rio de Janeiro (1839-1908)
- Carlos Drummond Andrade, Minas Gerais (1902-1987)
- Clarice Lispector, nascida na Ucrânia, viveu em Pernambuco e no Rio de Janeiro (1920-1977)
- Cecília Meireles, Rio de Janeiro (1901-1964)
- Erico Verissimo, Rio Grande do Sul (1905-1975)
- Gonçalves Dias, Maranhão (1823-1864)
- Nelson Rodrigues, Pernambuco (1912-1980)
- José de Alencar, Ceará (1829-1877)
- Manuel Bandeira, Pernambuco (1886-1968)
- Lygia Fagundes Telles, São Paulo (1923)
- Mário de Andrade, São Paulo (1893-1945)
- Vinicius de Moraes, Rio de Janeiro (1913-1980)

Claro que entre esses nomes eu não poderia deixar de citar grandes pessoas que para mim de alguma forma fazem e farão diferença. A nova geração de autores. Todos nós sabemos que a literatura brasileira já é chata desde o fundamental. Tem que ter muito gosto e ser ensinado desde cedo para aprender a gostar a ler hoje em dia.

Na minha época (me fazendo velho) eu não tinha acesso a essa fartura de conhecimento. Infelizmente ou felizmente, não sei dizer ao certo, sou de uma família conservadora que proíbe até hoje de ler muitos clássicos, e é claro, hoje não dou mais importâncias para isso. O que mais desejo hoje é poder divulgar autores nacionais que possam ser fenômenos futuramente, e quero eu estar vivo para presenciar cada momento desses e dizer para minha descendência: "Eu conheci essa moça/ rapaz. Virtualmente e alguns pessoalmente. Leia garoto/garota."

A leitura foi uma dádiva que mudou toda minha forma de pensar, dialogar, escrever e até mesmo fazer uma simples redação que era um monstro que nem se comparava a uma hidra. Os devaneios, as viagens para outros mundos é proporcionada porque vocês, ESCRITORES, existem. Muito obrigado por nos trazer lindas e surpreendentes histórias, sejam reais ou fictícias. Saibam que apoio a leitura e que vocês são seres extraordinários. Acredito em vocês e vou até o fim. Parabéns. Contem comigo!!!

Aos que pensam em entrar nessa [como eu talvez?] Boa sorte!

Que minhas palavras os inspirem.

Créditos: Mensagens com Amor.

Comentários

Mais Visitadas do mês

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Os Guardiões | Crítica

Eu, Robô | Resenha #88

Obsessões por Livros | TAG

Stranger Things - 1° Temporada