Royal 47 | Nacionalize-se #02


Oi Oi amigos.
Tudo certo com vocês?

O escolhido da vez foi o autor Jim Carbonera. Já o sigo há uns tempos pelo instagram e facebook e direto vejo umas postagens bem legal. O cara é cheio de estilo, tem o cabelo mais desejado e aparenta curtir um bom rock. É autor de 3 livros: Divina Sujeira, Verme e o que vocês conhecerão hoje, Royal 47.

O livro foi publicado pela Giostri Editora no ano de 2015, está na categoria de romance e possui 152 páginas. Ainda não li nenhuma de suas obras mas logo quero estar comprando.



SINOPSE – Royal 47 nos remete ao ano de 2013, onde o protagonista Rino Caldarola se lança num novo período de sua vida. Abandonando tudo aquilo que sempre o prendeu a uma existência confortável e complacente, decide se arriscar em morar sozinho no bairro que é reduto da boêmia porto-alegrense. Enquanto datilografa seu primeiro romance em sua Royal Quiet De Luxe 1647, Rino vive e sobrevive em meio a bares, motocicleta, trabalhos temporários e relacionamentos superficiais; se entregando avidamente aos desejos e perturbações que o seu novo ambiente lhe traz.

SOBRE O AUTOR  – Jim Carbonera nasceu em 27 de fevereiro de 1982. Natural de Porto Alegre, reside ainda hoje na cidade que serve de inspiração para suas escritas. Formou-se em turismo, exercendo a profissão por quatro anos e abandonando-a para dedicar-se integralmente à literatura. Suas obras têm como cenários ambientes ríspidos, libertinos, melancólicos e atrozes, e seus personagens possuem o caráter subversivo como característica principal. Segue o estilo literário do Realismo Urbano e Transgressivo.


Se você estiver a fim de conhecer mais das obras, é só clicar AQUI e será redirecionado ao site, onde poderá ver fotos, e também estar adquirindo. 

Então é isso.
Até a próxima postagem.
Se cuidem.
Beijão ;*

Comentários

  1. Oiiee,
    Gostei muito da dica, não conhecia o autor, fiquei interessada no livro, porém gostaria de ler uma resenha primeiro antes de coloca-lo na minha lista de desejados, e eu acho super legal a coluna, pois devemos conhecer mais autores nacionais e ler mais seus livros.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Camila. Se você pesquisar creio que acha bastantes resenhas de ambos livros do autor. Pelo menos os que leram, super falam bem deles.

      Excluir
  2. Jalysson, assim como você, eu também não li nenhum obra do autor, mas logo quero estar conferindo suas obras de pertinho. E Royal 47 me parece um livro perfeito para começar a conhecer a escrita de Jim Carbonera.
    Adorei a dica!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra, um amigo que leu não para de falar desse livro. Eu também me interessei bastante por ele.

      Excluir
  3. Tenho certeza que vou gostar deste livro. Pela sinopse percebo que já li outros livros parecidos, será que o autor não me envia uma cópia?

    ResponderExcluir
  4. Acho super importante essa coluna no blog, temos que valorizar nossos nacionais, tem muita gente boa, melhor que muitos internacionais (modinha). E quanto ao Jim, o cara é muito loko kkkk adoro seu estilo, sou super fã, quero ler outros livros em breve! ♥
    One

    ResponderExcluir
  5. Acho super importante essa coluna no blog, temos que valorizar nossos nacionais, tem muita gente boa, melhor que muitos internacionais (modinha). E quanto ao Jim, o cara é muito loko kkkk adoro seu estilo, sou super fã, quero ler outros livros em breve! ♥
    One

    ResponderExcluir
  6. Tenho um livro do autor - que ainda não li. Amei esse espaço para divulgar nacionais <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, leia e me diga o que achou depois, pode ser?

      Excluir
  7. Não me interessei pelo livro, mas acho muito bacana a ideia do blog de divulgar obras e autores nacionais não tão conhecidos (eu mesmo não conhecia)! Desejo muito sucesso ao Jim. Abraços :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Os Guardiões | Crítica

Eu, Robô | Resenha #88

Obsessões por Livros | TAG

Stranger Things - 1° Temporada