Convergente | Crítica



Lançamento: 9 de Março de 2016.
Dirigido por: Robert Schwentke.
Gênero: Ficção Científica, aventura.
Nacionalidade: Estados Unidos.

Oi Oi amigos.
Tudo certo com vocês?

Domingo (20/03) tive a oportunidade de ir ao cinema depois de três (3) meses. Já estava predestinado a assistir ao filme Convergente. Eu fiquei bastante impressionado com tudo que aconteceu durante o filme. Tudo que vocês lerem aqui, será apenas sobre o filme. Não irei fazer nenhuma comparação com o livro porque eu não lembro de muitas coisas, até porque já o li há uns dois (2) anos. Pra não passar vergonha, prefiro falar apenas do filme mesmo.


O filme já é o terceiro da série Divergente. A série tem como base a trilogia de Veronica Roth. Essa é apenas a primeira parte e eu já digo: O filme é espetacular.

Desde que li os livros eu me amarrei na distopia, na separação das facções e em Convergente já não temos mais essas divisões. Todos são iguais e sem distinção de controle. Em Divergente (filme) temos a personagem principal que é a Tris Prior. Ela está na época de descobrir e escolher em que facção ela vai querer fazer parte para o resto da vida. Durante o filme ela descobre que é divergente e não pode ser controlada (assistindo ou lendo, entenderá melhor). Já no segundo filme titulado como "Insurgente", ela está fugindo juntamente com Quatro, seu irmão Caleb, para não se sabe onde. Eles são considerados fugitivos e são procurado até que Tris toma uma decisão e resolve fazer o que Jeanine tanto deseja. 


Nesse filme que é o centro da crítica, eles já sabem que ser divergente não significa ser uma aberração e sim uma cura para os problemas da sociedade. Já a mãe do Tobias não os deixa passar o muro que é onde essas "pessoas" os estão esperando. Como sempre e não podendo ser controlados, Tris e Tobias criam um plano de fuga para poder libertar Caleb, que foi preso por estar do lado inimigo, aquela coisa e tal... e eles encaram uma barra para poderem passar pelo muro. Tem uma morte que já estava predestinada que está no livro, e me deixou bastante chateado porque eu amava a personagem. Assistindo ali, eu me emocionei sim.


A trilha sonora do filme está magnífica. As cenas de aventura e ação foram bem feitas demais. A tecnologia usada no filme é uma grande novidade em comparação para os filmes anteriores. Gente, eu gostei muito do filme mesmo. Como eu disse, eu não lembro muito do livro para comparar mas... posso dizer que está um pouco diferente. 


Antes de assistir ao filme, eu já li muitas críticas negativas dizendo que deixaram o final muito vago... Criatura, é a primeira parte. Como não ficar vago? A esperança foi a mesma coisa, se liga. Eu já quero muito a parte dois. E descobrir que cortaram um pouco dos investimentos para o próximo me entristeceu bastante, mas fazer o quê? NADA, SÓ ESPERAR PARA O FILME TER MUITO SUCESSO no desfecho. Me disseram também que ão vão manter o final épico no livro, o que deixaria o filme bem mais eloquente e emocionante. 


Infelizmente eu assisti ao filme dublado (URGH) e quase dei um troço quando ouvi a voz da dubladora da Tris que é muito ruim. Ouvindo a voz ali da atriz é muito legal. A edição está perfeita. Eles fizeram uma boa divulgação e cumpriram com o dever. Isso que deixa o fã mais animado para o próximo. 


Vale muito a pena conhecer essa distopia que já é de grade sucesso. 

Se você já assistiu deixa aqui sua opinião, que vou adorar saber o que achou.

Então é isso ai.
Até a próxima postagem.
Se cuidem.
Beijão ;*

Comentários

  1. Jalysson, eu ainda não tive a chance de assistir a este último filme lançado (o cinema daqui da cidade é bem atrasado), mas estou cheia de expectativas e muito ansiosa para conferir logo. Não li os livros, porém acompanho os filmes desde o primeiro anunciado e adorei o universo que foi criado, principalmente por ser uma distopia, gênero que amo!
    Fico muito feliz em saber o quanto você gostou de Convergente, o que aumentou ainda mais minha vontade de assistir.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oiiee,
    Que bom que gostou do filme, vi muitos comentários negativos, eu até gosto dos filmes anteriores, até porque não li nenhum dos livros, até por isso mesmo, para que eu não detestasse os filmes, mês que vem irie com alguns amigos assistir.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  3. Eu pisei na sala do cinema com um certo "receio". Não foi por causa das críticas negativas, mas sim por um certo "medo" que ainda não entendi.
    Contudo, confesso que gostei demais do filme. De uma forma que eu não esperava, conseguiram deixar o enredo completo. Mesmo que nós - fãs literários - saibamos que o filme é parte 1, a ideia de intitular com nomes diferentes foi uma sacada cinematográfica coerente.
    Me emocionei em várias cenas. As reviravoltas do livro estão lá. Gostei muito dos efeitos especiais... E o que falar desta daquela trilha sonora?

    A única coisa que me deixou com azedume foram alguns personagens dos livros que simplesmente ou faram esquecidos e/ou quase não existem no filme.

    Em suma, estou ansioso para a conclusão... Que venha Ascendente!

    ResponderExcluir
  4. Como eu não li os livros, rsss acho os filmes fantásticos, gosto muito, são super criativos, muita aventura eu adoroa Tris e o 4 (lindo) sua crítica positiva esta excelente, vc escreve muito bem Jaly, não entendo pq ainda não escreveu um livro.
    One

    ResponderExcluir
  5. Como eu não li os livros, rsss acho os filmes fantásticos, gosto muito, são super criativos, muita aventura eu adoroa Tris e o 4 (lindo) sua crítica positiva esta excelente, vc escreve muito bem Jaly, não entendo pq ainda não escreveu um livro.
    One

    ResponderExcluir
  6. Preciso assistir esse filme ainda, mesmo tendo perdido a vontade depois de assistir Insurgente.

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ler a trilogia Divergente, mas não sei se assistiria os filmes. Muita gente fala bem e muita gente fala mal (muita mesmo), então fico que meio que no meio-termo rsrs. De qualquer forma, quando tiver lido os livros que vou pensar assistir os filmes. Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Pequenos Homens Livres | Resenha #92

EX- Humanos: Entre Sangue e Vermes | Resenha #91

Balançando a Raba 2.0

Missão Fênix - A Outra Guerra | Resenha #93

Os Guardiões | Crítica