Jurassic Park | Resenha #27



Oi Oi amigos.
Tudo certo com vocês?

Para aproveitar o "Top Comentarista" desse mês, vocês poderão conferir aqui, agora a resenha do livro "Jurassic Park".

O livro foi lançado no ano de 1990 pelo autor Michael Crichton, publicado aqui no Brasil pela editora Rocco. No ano passado, a editora Aleph então resolveu fazer uma nova versão. Não sei se foi pelo fato de estarem lançando o filme "Jurassic World" que também faz parte da franquia do grande sucesso. Enfim, foi muito bom para os nerds e leitores que tanto amaram os outros filmes. O primeiro filme eu assisti e achei muito enrolado. Parei, mas irei retornar. Tenho em mente algumas cenas de que já passaram na televisão, mas não lembro dos mínimos detalhes.

Então vamos nessa...

 

Título da Obra: Jurassic Park
Autor: Michael Crichton
Publicado por: Editora Aleph
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 528







Sinopse

Uma impressionante técnica de recuperação e clonagem de DNA de seres pré-históricos foi descoberta. Finalmente, uma das maiores fantasias da mente humana, algo que parecia impossível, tornou-se realidade. Agora, criaturas extintas há eras podem ser vistas de perto, para o fascínio e o encantamento do público. Até que algo sai do controle. Em Jurassic Park, escrito em 1990 por Michael Crichton, questões de bioética e a teoria do caos funcionam como pano de fundo para uma trama de aventura e luta pela sobrevivência. O livro inspirou o filme homônimo de 1993, dirigido por Steven Spielberg, uma das maiores bilheterias do cinema de todos os tempos.

Resenha

Um paleontólogo chamado, Dr. Alan Grant,juntamente com sua aluna, Dra. Ellie Sattler são convocados pelo bilionário John Hammond para passarem um fim de semana em sua reserva biológica como intuito de se tornarem testemunhas de que sua ilha pode sim ter sucesso por todo o mundo. Assim que chegam à ilha, eles se deparam com grandes e verdadeiramente lindos dinossauros. Impressionados com tudo isso, eles só querem saber como cada animal daquele lugar foi construído. Eles passam um tempo tirando suas dúvidas e logo depois os netos de John chegam ao parque. John deixa as crianças para que Grant possa tomar conta enquanto eles se divertem no passeio para conhecer e poder ver todos os animais. 

O passeio vai super bem até começar uma tempestade que com ela trás uma queda de energia no parque. Com as cercas desarmadas, os dinossauros sabem que podem passar pela cerca e ficarem livres por todo o parque. A mistura dos animais não pode ser feita pois ainda não sabem se podem se atacar e acabar se matando. Todos que estão no passeio estão correndo um enorme perigo. Além de terem animais soltos, sabendo que podem morrer a qualquer custo, eles encaram a realidade da forma que deve ser encarada. Eles passam por momentos terríveis e esses momentos são aterrorizantes.

Medos são provados, coragem nasce em qualquer um. Michael escreveu o livro com muito drama envolvido. Cada página que lia era motivo de ficar surpreso. O livro tem sim seus lados negativos. Cheguei numa parte dele que era muito chato. No momento que começou a falar sobre botânica, eu quase morri de tanto tédio e aquilo me deu uma preguiça de continuar que "meldels". O livro tem vários gráficos (a maioria em inglês) legais. Os personagens foram bem construídos. Cada um tem seu papel fundamental na história e achei muito bacana o livro. Esse foi o secundo "clássico" que li e a Editora fez um excelente trabalho. O livro é muito bonito. Por dentro fizeram uma boa edição. A única coisa que deixaram a desejar mesmo, foi a falta das orelhas. Tirando isso, tudo muito perfeito. 

Então é isso galera. Espero que tenham gostado da resenha.

E saibam que essa é a última postagem do mês, significa que o Top Comentarista acaba aqui :D

Se cuidem, e até a próxima postagem, ao qual será o resultado de quem levará o livro. 
Beijão ;*


Comentários

  1. Oi!
    Me falaram sobre esse livro o que me fez ficar bem interessada já que não sabia que tinha o livro e gostei nos assuntos que o livro aborda e acho que quando chegar na parte de botânica também para mim será bem cansativo !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzana.

      O livro é muito bom. Ele tem sua parte "chata" mas também tem aquelas melhores partes. Depende de quem esteja lendo.

      ABS.

      Excluir
  2. Nossa, amo os filmes e o livro parece ser tão bom quanto, com personagens e uma história bem bacanas. O mês que passei no blog foi extremamente feliz, parabéns pelas postagens maravilhosas *-* Vou seguir comentando, agora também tenho um blog hehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dan.

      Sim, o livro é ótimo. Ainda preciso ver o filme de 1993. Muito obrigado por ter gostado. Eu me senti muito grato esse mês. Já mande aqui o link do seu blog.

      ABS.

      Excluir
  3. Já tinha lido outra resenha, que elogiou o livro. Quando assisti o filme (já faz bastante tempo) não gostei, espero que goste do livro, acho que vou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maisanara.

      O livro é muito bom. Você irá gostar.

      ABS.

      Excluir
  4. Muito bom, o livro é realmente incrível, pensei que seria pior que o filme e me surpreendi, o livro é muito mais violento e algo que chama muita atenção é o detalhe sobre o cheiro de putrefação que os dinos carnívoros emanavam, alguns momentos não conseguia piscar de tanta tensão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gicélia.

      Sim, é incrível como o autor fez esses detalhes. Até as mortes no livro são mais gostosas.

      ABS.

      Excluir
  5. Oi!!

    Acho que eu já falei isso antes, mas eu estou LOUCA para ler esse livro!! Ainda mais nessa edição MARAVILHOSA. Sério, babo muito nela! E eu só vejo resenhas positivas a respeito!!

    Eu sinceramente espero ser a felizarda <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais Visitadas do mês

Os Guardiões | Crítica

Serial Killers - Anatomia do Mal | Resenha #95

Edgar Allan Poe | Resenha #89

Balançando a Raba 2.0

It - A Coisa | Crítica