Diário de Uma Bicicleta | Resenha #01




Oi oi gente, hoje vocês irão descobrir qual foi a minha opinião de livro Diário de Uma Bicicleta e irá também poder conferir sobre do que se trata com minha humilde resenha (Morro de medo de dar spoiler, então falarei do mais básico só pra deixar vocês curiosos (pra comprarem o livro) ~risada maléfica~. 





Go go!!

Título: Diário de Uma Bicicleta
Nome do Autor: Fabrício Maurício
Publicado por: Editora Pandorga
Lugar e ano da publicação: São Paulo/ 2014
Número de páginas: 300






Resenha

"Vou contar essa história. É boa! Vou fazer um conto e irá se chamar: Diário de uma bicicleta" pensou Fabrício após seu dia cheio de aventuras e resolveu contar a todos sobre seu inusitado passeio.

Nandi é um garoto que aos 14 anos já se tornara vice-campeão de bicicross em Goiânia. Ele ama se aventurar com sua bike  fazendo vários passeios em dias que está sem compromisso. Um breve domingo Nandi sem nada pra fazer resolveu pegar sua bike para se aventurar por pistas cheia de quebra-molas. Com todo seu ânimo ele esquece de afivelar seu capacete. Resultado? ele leva um tombo e fica imóvel por um tempo, começa a ouvir vozes mas não consegue ver quem está falando próximo dele. Esperando por ajuda ele fica sem reação até ver que são seres inimagináveis de quem receberá ajuda. Ele fica absorto. 
Depois de voltar ao normal Nandi realmente toma consciência de que está dividido entre a realidade e a fantasia. Ele começa a ter sonhos inusitados e alguns devaneios super esquisitos. Mas não sabe ele que tudo isso é para seu bem e para lhe aconselhar sobre sua convivência social. Cada lição que recebe ele vai tomando conta de que se quiser fazer a diferença tem que partir dele essas mudanças.


 Sobre o livro


Então gente, o livro é dividido em trinta e dois dias, sendo assim trinta e dois capítulos, contendo títulos e temas extraordinários.


O livro passa por três narrações diferentes, hora narrada em primeira pessoa, hora pelo personagem Nandi, e por hora a grande protagonista maior: a bicicleta.

Você deve estar se perguntando: por que essa foto com as páginas brancas? gente, calma, só quero mostrar pra vocês que além de cada dia/capítulo o autor nos favorece duas páginas -frente e verso- com riscas para que você possa refletir e passar para o papel sobre o que leu(pensei assim).

Como podem ver meu livro está todo grifado. Ele possui frases extraordinárias e com o intuito de fazer que o leitor ame mais o livro. 




Nota de Um Simples Leitor

Antes de ler essa magnífica obra eu estava com muita preguiça de ler, como dizem eu estava numa triste ressaca literária. O livro que estava lendo não me agradou muito e não me interessei pela leitura também. Fiquei oito dias pra ler cento e vinte e duas páginas(sim, isso era muita preguiça). 

Juro pra você que está lendo, que estava me remoendo pra ler esse livro, que abandonei o outro e peguei ele para mais uma nova experiência.
Foram poucos minutos de leitura pra saber que eu estava super apaixonado. Li 107 páginas em questão de minutos. Já está na minha lista de favoritos.


O livro é super contagiante, tem seus momentos variáveis de sentidos e super viciante.
O diário é dividido em quatro categorias: 1- Autoajuda; 2- Autoconhecimento; 3- Desenvolvimento Humano; 4- Ficção brasileira. 
Por ser de autoajuda a maioria já tem aquele pequeno preconceito e já diz:"-ai credo, eu odeio livro de autoajuda"... Meu jovem, se você leu a quarta categoria saiba que já te amo -heuehuehuheue-, o autor Fabrício teve uma grande ideia de fazer um misto da autoajuda com a ficção e envolveu a história de Nandi numa simples realidade. E cá entre nós, AMO ISSO porque não se torna uma leitura chata, e a gente se envolve na história do personagem e acaba se envolvendo por saber que aquele livro é pra você.
O conto é tão real que muitas vezes me senti dentro do livro e senti que estava vivendo aquilo que Nandi presenciou. 
Eu super recomendo e creio que você vai sair daqui e já vai comprar o seu. Não estou puxando saco só pelo o autor ser meu parceiro no Blog não, todos me passam um livre arbítrio de dar a minha opinião, e essa é a minha: O Diário é EXTRAORDINÁRIO!!!!!.
Me encontrei várias vezes dentro da narração e tenho certeza que contigo não seria diferente. 






Então é isso galera!! Já é hora de dar tchau :( 
(juro pra vocês que ficaria se não fosse meus dedos doendo-hueheuhuehue) 
Sintam-se abraçados e fiquem com Deus. 
Até o próximo post. ;*





Comentários

Mais Visitadas do mês

Desafios | Jalysson Waldorf - Parte 1

It - A Coisa | Crítica

Balançando a Raba 4.0

Missão Fênix - A Outra Guerra | Resenha #93

IMPORTANTE. LEIA!